segunda-feira, 7 de julho de 2014

Por que um livro faz parte do Cânone do Novo Testamento e outro não? - Critérios de Canonicidade

Códices de Nag Hammadi
por Cesar Rios

Durante o processo de definição da coleção de textos que viriam a constituir o Novo Testamento, certos critérios de canonicidade foram frequentemente utilizados pela Igreja nos primeiros séculos da Era Cristã. Abaixo, apresento os principais em forma de perguntas, acrescentando trechos de textos antigos (por mim traduzidos) de modo a exemplificar a  consideração desses critérios.

O livro foi escrito por um apóstolo?

fertur etiam ad Laodicenses, alia ad Alexandrinos, Pauli nomine fictae ad haeresem Marcionis, et alia plura, quae in catholicam ecclesiam recipi non potest; fel enim cum melle misceri non congruit

Há, ainda, uma carta aos laodicenses e outra aos alexandrinos forjadas no nome de Paulo em prol da heresia de Marcião, e outras tantas que não podem ser recebidas na Igreja universal; fel não se mistura com mel.

Pastorem uero nuperrime temporibus nostris in Urbe Roma Hermas conscripsit, [...]; et ideo legi eum quidem oportet, se publicare uero in ecclesia populo, neque inter Prophetas, completum numero, neque inter apostolos, in finem temporum potest.

Mas Hermas compôs O Pastor muito recentemente, em nosso tempo, na cidade de Roma [...] Por isso, deve ser lido, mas não lido publicamente na Igreja, nem entre os profetas, pois seu número está completo, nem entre os apóstolos, pois está findo o tempo deles.

Cânon Muratoriano, aprox. 170 d.C.

O livro foi escrito por alguém associado a um apóstolo?

Exemplos: Lucas - Paulo ou Marcos – Pedro

δεύτερον δὲ τὸ κατὰ Μάρκον, ὡς Πέτρος ὑφηγήσατο αὐτῶι, ποιήσαντα, ὃν καὶ υἱὸν ἐν τῆι καθολικῆι ἐπιστολῆι διὰ τούτων ὡμολόγησεν φάσκων· ἀσπάζεται ὑμᾶς ἡ ἐν Βαβυλῶνι συνεκλεκτὴ καὶ Μάρκος ὁ υἱός μου.

Em segundo lugar, está o [Evangelho] segundo Marcos, que [o] fez como Pedro lhe indicava. Esse [Marcos], Pedro reconhece ser seu filho na epístola universal ao dizer com nos seguintes termos: "Cumprimenta-os a co-eleita que está na Babilônia, e Marcos, meu filho."

Orígenes (184 – 253d.C.), segundo Eusébio em Hist. Ecl. VI 25

O livro é coerente com os outros livros canônicos e com os ensinamentos dos apóstolos?

Orígenes diz sobre Hebreus:

ἐγὼ δὲ ἀποφαινόμενος εἴποιμ' ἂν ὅτι τὰ μὲν νοήματα τοῦ ἀποστόλου ἐστίν, ἡ δὲ φράσις καὶ ἡ σύνθεσις ἀπομνημονεύσαντός τινος τὰ ἀποστολικὰ καὶ ὥσπερ σχολιογραφήσαντός τινος τὰ εἰρημένα ὑπὸ τοῦ διδασκάλου.

Expondo minha opinião, eu diria que, por um lado, os pensamentos são do apóstolo, enquanto que, por outro lado, o estilo e a composição são de alguém que relembra os [ensinamentos] apostólicos, como de alguém que comenta por escrito as coisas que haviam sido ditas pelo professor.

Orígenes, segundo Eusébio em Hist. Ecl. VI 25

O livro é usado como dotado de autoridade pela igreja?

apocalypses etiam Iohannis, et Petri, tantum recipimus, quam quidam ex nostris legi in ecclesia nolunt.

Aceitamos somente o apocalipse de João e o de Pedro, ainda que alguns de nós não querem que seja lido na Igreja.

Cânon Muratoriano, aprox. 170 d.C.