segunda-feira, 14 de julho de 2014

Literatura apocalíptica: artigos de J. J. Collins e Dionísio Soares

Título: Temporalidade e política na literatura apocalíptica judaica

Autoria: John J. Collins

Publicação: Revista Oracula, 2005.

Resumo: Existem dois tipos de textos apocalípticos: os de orientação histórica que descrevem um julgamento de proporções cósmicas (Daniel, por exemplo) e as viagens celestiais que se centram no destino da alma após a morte (2 Enoch ou 3 Baruch). Este artigo se concentrará na investigação dos apocalipses histórico/cósmicos, primariamente nos textos judaicos, mas também no Livro de Apocalipse, que tem raízes judaicas profundas e óbvias.
 
Acesse o artigo completo clicando AQUI.

***

Título: A literatura apocalíptica: o gênero como expressão

Autoria: Dionísio Oliveira Soares.

Publicação: Revista Horizonte, 2008.

Resumo: A literatura chamada de “apocalíptica” tem recebido uma renovada apreciação nos últimos anos. Entretanto, percebe-se certa confusão terminológica que, por fim, leva a uma classificação equivocada do gênero de certos escritos. O presente artigo tem por finalidade analisar as conceituações e as expressões literárias da apocalíptica, com o intuito de se chegar a uma definição mais clara do tema, distinguindo apocalipse enquanto gênero literário e apocalíptica enquanto mentalidade, com as formas básicas de expressão literária do gênero e seus paralelos antigos. Assim, o artigo é dividido em duas partes: primeiramente, verificam-se as definições e características atribuídas ao gênero apocalíptico pelos principais autores do tema, especialmente no que se refere aos escritos judaico-cristãos produzidos entre 250 a.C. e 100 d.C.; em seguida, verificam-se os paralelos antigos presentes na literatura de outros povos, como os sumérios, os persas e os gregos. Por fim, faz-se uma breve análise da ocorrência dessa literatura nos  Manuscritos do Mar Morto. Isso posto, chega-se à conclusão de que é possível fazer a distinção acima proposta, a qual traz maior clareza na definição e classificação dos escritos ao gênero atribuídos.


Acesse o artigo completo clicando AQUI.